Alimentos funcionais: a composição do mel

O sabor, a textura e a cor do mel dependem das flores que são visitadas pelas abelhas. Assim, o mel mais claro e suave é o da flor de laranjeira, e o mais escuro, de sabor vigoroso e maior concentração de sais minerais, é o de eucalipto. Mas é a partir do aroma do mel que se sabe a flor de origem. Ele sempre apresenta a característica da flor. Já o néctar é uma solução de água e açúcares com pequenas quantidades de aminoácidos, minerais, vitaminas, ácidos orgânicos, enzimas e óleos aromáticos.

Na composição do mel, a abelha usa inclusive água, que pode variar de 15% a 21%. O ideal, porém, é que não seja muito superior a 17%, pois a quantidade de água influencia diretamente na viscosidade, no peso, na maturidade, na cristalização, no sabor e na composição.

Mas não somente as flores influenciam no sabor. Este varia também de acordo com a localização geográfica das abelhas e com as condições climáticas.

De um modo geral, porém, o mel é classificado em dois tipos:

  • Mel monofloral: produzido a partir de uma única espécie de flor; por exemplo, o mel de angico, de eucalipto, de laranjeira, macieira, etc.

  • Mel polifloral: produzido com o néctar coletado de diversas flores. Para determinar o tipo de mel de acordo com a planta, é preciso que sua composição seja no mínimo 80% dessa planta, é a a região apresente essa predominância floral.

Pela escala internacional, o mel se classifica em:

  • Mel branco ( white ): é o mais cobiçado no mercado internacional e pelos consumidores, por ter um sabor mais suave, embora seja mais pobre em sais minerais. Predomina onde ouver matas de cambará.

  • Mel claro ( clear ): de aroma e sabor surpreendentes, procede de pomares de macieiras, pereiras, laranjeiras, mata e capoeiras nativas.

  • Mel âmbar ( ambar ): faz parte do mel escuro. Nele está o mel de eucalipto, na tonalidade âmbar-claro e escuro.

  • Mel escuro ( dark ): raro de encontrar, procede geralmente de vegetação baixa, arbustos de floradas mistas e plantas rastejantes. A cor desse mel é como a do melado. É rico em sais minerais, especialmente em ferro.

Fonte: Livro Mel