Como se alimentar bem para evitar a constipação intestinal

O que é a constipação?

O que algumas pessoas consideram constipação, outras acreditam ser perfeitamente normal. Isso faz com que a definição do termo seja um pouco complicada.

Basicamente, fala-se em constipação quando os padrões dos movimentos intestinais mudam. A freqüência da evacuação pode diminuir ou se tornar difícil e dolorosa.

Vinte e cinco por cento da população sofre de constipação, também chamada de prisão de ventre, em algum momento da vida. Conforme o tempo passa e a pessoa cresce, existe uma maior probabilidade que os músculos do intestino fiquem mais fracos. Mulheres grávidas têm maior tendência a ter constipação.

Os sintomas mais comuns da constipação são:

– Cãibras estomacais

– Sensação de inchaço

– Distensão abdominal

– Diarréia: a constipação é uma das causas mais comuns da diarréia

O que provoca a constipação?

– Falta de atividade física e sedentarismo

– Ingestão insuficiente de líquidos

– Alimentação pobre em fibras

– Síndrome do Cólon Irritável (SCI)

– Câncer do cólon ou do reto

– Alto nível de cálcio no sangue

– Alguns medicamentos

No entanto, algumas pessoas sofrem de constipação crônica, sem causa determinada.

Como prevenir a constipação:

– Seguir uma alimentação saudável, rica em fibras provenientes dos farelos de cereais, das frutas e dos vegetais.

– Diminuir a ingestão de pães, bolos e doces.

– Beber bastante líquido.

– A ameixa, bem como o suco dessa fruta, tem efeito laxante.

– Fazer atividade física regularmente, pois isso melhora a digestão.

Como tratar a constipação

Efeitos secundários da constipação:

– Hemorróidas: são veias inflamadas em volta do canal anal, causadas por esforço, que podem sangrar e ser dolorosas.

– Dependência de laxantes: usar laxantes por muito tempo por causa da constipação faz com que o intestino se torne preguiçoso e dependente dessas drogas.

– Hérnia: pode se agravar em função do esforço.

– Prolapso uterino ou retal causado pelo esforço excessivo e pelo enfraquecimento muscular.

Opções de tratamento da constipação:

– Ter uma alimentação com maior quantidade de fibras e líquidos.

– Usar laxantes que devem ser ingeridos com grande quantidade de líquido por conterem agentes aglutinantes.

– Laxantes estimulantes, que provocam a contração dos músculos intestinais.

– Laxantes osmóticos, que aumentem a quantidade de líquido nas fezes.

– Se a sua constipação for causada por algum medicamento, tente parar de tomá-lo ou mudar para outro, com o fim de tentar resolver o problema.

Fonte: homeandhealthbrasil

8 comentários sobre “Como se alimentar bem para evitar a constipação intestinal

  1. Gostaria de saber se existe algum guia alimentar para quem tem retocolite ulcerativa, com receitas para uma melhor orinetação quanto aos alimentos que possam ser ingeridos por quem tem esta doença, onde posso encontrar para adiquirí-lo.

    Ricardo Cessero.
    e-mail: rcessero@ig.com.br

  2. gostaria de saber mais sobre o cuidado com a saúde
    aguardo resposta.

    desde já muito obrigada

    lourdes farias

  3. minha filha sofre dessa constipacao ela vive defecando direto sem parar e aglomera fezes no intestino o que eu posso fazer para ela melhorar

  4. tenho diarreia todas as vezes que eu me alimento, ou bebo aqua, um suco tambem tenho diarreia, ela e iqual as fezes de um bebe amareladinha e pastosa, o que possa ser isso. obrigado pela sua atencao

  5. tenho diarreia costante em forma de pum e saia feses emexlosao so espirra e paca mas tenho que usar moldes para nao sujar a cueca gostaria de saber se isto e contipacao intestinal eo que faser obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>