diarreia-vomito-viroseDiarreia e vômito podem ser causados por infecções intestinais ou alimentos contaminados – estes são difíceis de identificar por aparência, cheiro ou gosto, ao contrario do que muita gente imagina. No entanto, causam problemas sérios e são capazes de colocar a vida em risco.

 O que se deve fazer em casos de diarreia e vômito

  1. O maior perigo é a desidratação. Faça a pessoa beber bastante água para compensar a perda de liquido por vômito e diarreia. Assim, toda vez que ela for ao banheiro ou vomitar, deve beber um copo d’ água.
  2. Se os sintomas forem apenas diarreia e cólica leve, suspenda a alimentação por 12 horas e espere passar.
  3. Um medicamento antiemético – ou seja, contra a náusea -, desde que recomendado pelo médico, ajuda se a pessoa estiver vomitando muito.
  4. Se a diarreia for muito intensa, o individuo deve beber soro reidratante, que pode ser comprado em farmácias ou feito em casa. A receita é: 1 copo d’ água, 2 colheres de açúcar e 1 colher de sal. A colher deve ter a medida padrão. Preste atenção, pois um erro de proporção torna o liquido ineficaz e até piora a desidratação
  5. Vá ao pronto-socorro se observar febre alta, sangue ou muco nas fezes, palpitação, confusão mental ou se a pessoa não conseguir nem sequer beber líquidos.
  6. Caso a situação não melhore, mesmo que não haja nenhum dos sintomas que acabaram de ser citados, vá a um pronto-socorro. Lá os médicos poderão dar o soro por via introvenosa.

Atenção!

  • Tanto a diarreia como o vomito são maneiras de o organismo se livrar de algo que está lhe fazendo mal. Portanto, não tome medicamentos para bloquear a diarreia.
  • Febre alta, sangue ou muco nas fezes, palpitação, tontura e confusão mental são sinais de alerta. A vítima precisa ir ao pronto-socorro imediatamente.
  • Se a pessoa estiver vomitando a ponto de não conseguir ingerir líquidos, não insista. Isso também é motivo para procurar um posto de saúde
  • Cerca de 76 milhões de contaminações alimentares acontecem por ano só nos Estados Unidos.

As infecções mais comuns são:

Campyloabacter

Essa bactéria é encontrada em alimentos crus ou frango mal cozido, leite cru e água não tratada. Os sintomas da infecção incluem dor abdominal aguda, diarreia (que pode ser aquosa ou conter sangue), náusea, dor de cabeça, dor muscular e febre. Os sinais surgem entre os dois e cinco dias após o consumo do alimento e duram de sete a dez dias.

Listeria

O micróbio causador em geral está presente em leite cru e queijo, carne crua ou malpassada, carne de frango e peixe. A doença aparece entre dois a 30 dias após a exposição e tem sintomas semelhantes à gripe, incluindo calafrios, febre e dor de cabeça, algumas vezes acompanhados de náuseas e vômitos.

Salmonela

Carnes cruas ou malpassadas, frango, peixe e ovos – principalmente maionese – são alimentos preferidos dessa bactéria. Os sintomas da intoxicação são náuseas, vômitos, cólicas abdominais e diarreia.

Normalmente aparecem de seis a 48 horas após o consumo do alimento e podem durar até uma semana.

Diarreia e vômito: Quais cuidados devemos tomar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *