Fratura – É quando o osso se quebra depois de um impacto. A fratura pode ser total ou incompleta. No segundo caso, dizemos que o osso trincou – rompe-se apenas uma parte dele, que fica como se fosse um graveto dobrado, chamado pelos médicos de fratura em galho verde.

fraturasSintomas – Os primeiro sinais de uma fratura são dor, inchaço e dificuldade para se movimentar. A pele logo se torna avermelhada, quente e com manchas roxas. Numa exposta, o osso quebrado chega a rasgar a pele, ficando à mostra. Seja fratura fechada, como dizem os médicos, seja exposta, qualquer uma delas necessita de atendimento médico, até porque o osso precisa ser devidamente realinhando antes de ser imobilizado.

O que se deve fazer em casos de fratura

  1. Se a fratura for exposta, limpe o ferimento com uma gaze embelecida em água.
  2. Qualquer que seja o tipo da fratura enfaixe o membro afetado.
  3. Dê um analgésico para aliviar a dor
  4. Faça uma tala para imobilizar a região (veja como fazer logo abaixo!)
  5. Procure atendimento médico

Atenção

  • Se você suspeita de lesão na coluna, não faça nada! Chame uma ambulância imediatamente. O socorro errado pode deixar a vitima paralitica.
  • Cuidado com anti-inflamatórios: pesquisas mostram que eles atrapalham na recuperação dos ossos, alem de prejudicarem o coração e os rins.
  • Se a fratura for exposta nunca use remédios líquidos para tratar machucados, pomadas ou álcool. Use apenas água.
  • Quando a fratura é nas pernas e for difícil imobilizá-las, deite a vítima no banco de trás do carro para transporta-la até o hospital, colocando almofadas sob os membros.

Dica:

Fuja do cigarro. Ele não só aumenta os riscos de osteoporose como ainda diminui a capacidade de recuperação dos ossos.

Fique por dentro

  • 80% das fraturas de crianças acontecem no braço. Nos adultos, a fratura mais comum é a do pulso. Isso por causa de um reflexo natural de defesa: quando caímos, imediatamente apoiamos as mãos no chão para proteger a cabeça;
  • Se um bebê quebra a clavícula, o osso se recupera em apenas três ou quatro dias. Num adulto, uma tíbia quebrada pode levar até seis meses para se regenerar.

Como fazer uma tala

Ela serve para imobilizar a região do corpo que tenha sido rompida. Você vai precisar de algum material duro, como um papelão, uma tábua, uma vara de metal ou mesmo um jornal grosso dobrado.

  1. Com muita delicadeza, coloque o membro machucado o mais próximo possível da posição normal, tomando cuidado para movimentar o mínimo possível a área que parece quebrada
  2. Para tornar a tala mais confortável, faça um acolchoado com algodão ou um pedaço de pano entre a pele e o material duro.
  3. A finalidade da tala é impedir o movimento das duas articulações que circundam a fratura ou a ruptura. Por exemplo: se a vitima quebrou o braço, a tala deverá ser fixada abaixo do punho e acima do cotovelo para imobilizar toda essa região.
  4. Amarre tudo com gaze, esparadrapo ou pedaço de pano limpo, prestando atenção para não apertar demais, o que impediria a circulação.
  5. Uma vez feita a tala, é preciso sustentar o membro afetado. Use uma tipoia, se o acidente foi com um dos braços, ou uma bengala, se foi com uma das pernas – nem que seja uma bengala improvisada para o individuo chegar ao pronto-socorro sem apoiar o pé no chão.
Fraturas – O que fazer quando se quebra um osso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *