Os benefícios da Yoga para o corpo e a mente

A yoga é uma filosofia de vida cujo objetivo é a união do homem com o supremo, isto é, da matéria com o espírito – o termo “yoga” quer dizer unir, ligar.
Isso significa levar o homem a um estado de harmonia, paz e serenidade por meio do auto-conhecimento e da perfeita integração com o mundo exterior.
Em poucas palavras, o yoga (pronuncia-se “yôga”) busca o equilíbrio entre o corpo e a mente, para que o homem possa viver melhor.
Atualmente, tanto os adultos como as crianças estão sendo submetidos a uma rotina estressante – e o resultado disso é que acabam se alimentando mal, dormindo mal, enfim, vivendo num estado de tensão permanente que deixa seu corpo mais vulnerável a uma série de doenças. Os limites físicos e mentais são ultrapassados, trazendo enormes prejuízos.
É muito importante que as pessoas conheçam seu próprio corpo e aprendam os mecanismos que podem ajudá-las a buscar um equilíbrio. “A yoga permite o auto-conhecimento, ou seja, o indivíduo aprende a se conhecer e ter responsabilidade sobre seu corpo.
Ao mesmo tempo, ele estimula a auto-suficiência, pois ensina que o seu bem-estar depende de você mesmo e não dos outros”, explica Ângela Maria Jácomo Martinez, professora do Centro de Estudos de Yoga Narayana, em São Paulo.

Benefícios para o corpo e a mente

A yoga, uma atividade originária da Índia, não é terapia, nem religião e muito menos uma ciência médica. Mas, pode ajudar as pessoas a terem mais saúde e serem mais felizes. É claro que tudo vai depender do interesse de cada um e de sua disposição para alcançar tais objetivos. Confira, abaixo, alguns dos benefícios dessa atividade para a saúde:

  • Tratamento de questões ligadas ao estresse, depressão, ansiedade e hipertensão.
  • Aumenta a flexibilidade e a força dos músculos
  • Melhora a postura, diminuindo dores nas costas
  • Estimula a circulação sanguínea
  • Ajuda a desenvolver uma atitude positiva em relação à vida
  • Aumenta a concentração e o equilíbrio emocional
  • Melhora a capacidade imunológica
  • Ajuda a melhorar quadros de insônia e depressão
  • Melhora a coordenação motora
  • Métodos mais difundidos de yoga:

Iyengar

O ponto principal dessa técnica são as posturas (asanas) que devem ser executadas perfeitamente. Exige do aluno 100% da capacidade física e muita concentração. A permanência nas posturas é conseguida com ajuda da respiração profunda. É um trabalho sutil, inteligente, de muita concentração. Podem ser usados aparatos como tijolos de madeira ou isopor, cintos especiais, cadeiras que ajudam no perfeito alinhamento das posturas.

Ashtanga

As posturas são basicamente as mesmas da Iyengar e a seqüência dos exercícios é sempre a mesma. O enfoque está na dinâmica e coordenação entre posturas e respiração. Os exercícios são praticados continuamente, não há pausas. O aluno pode decorar as coreografias para que possa se concentrar na respiração e focalização do olhar.

Power ioga

O nome e a prática vieram dos Estados Unidos. A power ioga surgiu não faz muito tempo. É uma mistura da Yvengar com Ashtanga. Possibilita ao aluno um conhecimento integral da perfeição dos asanas (posturas) da Yvengar com a coordenação entre movimento e respiração presentes na Ashtanga.

Hatha ioga

A mais tradicional e mais divulgada. Ha significa sol e tha corresponde a lua, simbolizando a polaridade inerente à vida. São exercícios específicos para vários tipos de distúrbios como asma, problemas de coluna, fígado… Algumas posições acalmam, outras excitam. Os ensinamentos morais e filosóficos visam disciplinar as emoções e pacificar a mente.

Swásthya Yôga

É a sistematização dos ensinamentos mais antigos da ioga. A execução das técnicas forma seqüências encadeadas. A prática regular é composta de oito partes: gesto feito com as mãos (mudrá), retribuição de energia (pujá), vocalização de sons (mantra), respiração (pranayama), purificação das mucosas (krya), posturas (asanas), descontração (yôganidra), concentração (samayama).

Fonte: clicfilhos

Fonte: Site Médico

Artigos Relacionados: