Quem não adora um filhote? E a maioria das pessoas que tem um cão diz que o companheirismo é a razão numero um para ter um peludo que afora mexer o rabo, além de proteção, e ajuda. Basta olhar para eles! São irresistíveis! Por isso não é nenhuma surpresa que estamos  dispostos a ignorar características não tão boas como aquela parte cheia de lama pela casa ou baba por tudo quanto é canto. Mas essa baba e outras sujeitas do seu cão tem um grande benefício, especialmente se você é um bebê na barriga da mamãe.

Cães – e gatos também – tem uma influencia tão grande sobre as comunidades microbianas em nossas casas que se uma mulher grávida convive com um gato ou cachorro, o bebê terá 30% menos chances de sofrer com alergias quando criança.

Isso parece até mentira e ninguém sabe exatamente porque acontece, mas a explicação mais provável é chamada “Hipótese da Higiene”.

Talvez você não saiba, mas crianças de famílias Amish que vivem em fazendas sofrem menos com alergias e asma do que é comum no mundo moderno. Cientistas acreditam que o sistema imunológico dessas crianças  se desenvolvem melhor graças a exposição que elas têm a uma variedade de sujeita, bactérias, gemes e estrume de vaca e outras substancias nos currais.

Uma parte fundamental do sistema imunológico são as células que reconhecem e neutralizam bactérias, vírus, partes do corpo transplantadas ou até mesmo células danificadas. As células saudáveis do seu corpo possuem proteínas que as células do sistema imunológico reconhecem como parte de “você”, enquanto intrusos e células doentes que não possuem essa  proteína colocadas em observação.

Se mesmo assim eles começam a causar algum dano, o sistema imunológico ira atacar e lembrar disso no futuro, pra agir mais rápido – basicamente, aprendendo quem está inofensivamente de passagem e quem é um intruso perigoso.

Mas se o sistema imunológico identifica incorretamente um intruso ou fica em duvida, sem saber o que fazer, o nosso corpo pode reagir de maneira exagerada à substancias inofensivas – como uma alergia com risco de vida a uma pequena picada de abelha, no mundo ocidental, a porcentagem de crianças que sofrem dessa reação exagerada como alergias e asmas praticamente dobrou nos últimos 40 anos, mesmo com doenças infecciosas cada vez menos comum, graças a uma melhoria na higiene, tratamento de água e esgoto e assim por diante.

É bem provável que o aumento de alergias e asma seja devido ao fato de que os ambientes em que vivemos são muito limpos e não dão ao nosso sistema imunológico a chance de se desenvolver, bem logo cedo.

Assim como é mais fácil aprender outra língua quando somos jovens, nosso sistema imunológico também aprende melhor a distinguir substâncias perigosas de inofensivas quando exposto a elas o mais cedo possível e é por isso que ter baba de cachorro, bolas de pelo de gato e sujeira de outros animais  por perto de uma grávida pode fazer com que o sistema imunológico do bebê já comece a trabalhar antes mesmo dele nascer.

Nós ainda não sabemos exatamente como essa exposição a bactérias pode afetar o bebê dentro da barriga, mas sabemos que ter um animal de estimação por perto, antes e depois de você nascer pode ajudar a evitar que suas células imunológicas fiquem latindo pra arvore errada.

Seu cachorro te protege ainda na barriga da sua mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *